Mapeamento da música de mulheres negras e indígenas.

Para protagonizar as vozes e a arte das mulheres negras e indígenas, destacando cantoras e compositoras brasileiras da música independente, surgiu, em meio à pandemia, o Frequências Preciosas. Uma plataforma de ações culturais, com difusão, formação, pesquisa e inovação. Desde maio de 2020, quando foi criado pela artista baiana Viviane Pitaya, o projeto vem desenvolvendo um importante trabalho de mapeamento e divulgação de trabalhos musicais em todo o Brasil.


Atualmente somos 151 Preciosas em 45 cidades e 8 estados do Brasil!

Seja uma Preciosa

Pesquisar Preciosa